quarta-feira, 29 de junho de 2011

Tempo

No relógio do tempo
esqueci minhas horas
trancadas na gaveta.


afonso josé

5 comentários:

  1. Boa... muito bom seu blog. Gostei Parabéns pelos textos que são muito bons

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante do Blog.
    Muito interessante !

    É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
    http://bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  3. Essa luta travada com o tempo , é infinita...!

    Abraços, Afonso!

    To colado no seu blog !

    ResponderExcluir
  4. Realidade


    na procura de sentido

    encontrei necessidades

    pelas janelas abertas...


    Clarice Villac
    22.07.2011

    (Belo poema, Afonso !
    Parabéns !)

    ResponderExcluir
  5. É um prazer ler-te, Poeta! Tuas palavras simples mas profundas nos levam tanto deleite quanto à reflexão. Receba o meu abraço!

    ResponderExcluir